Prematuro: um berço vibrante para respirar melhor

em bebês prematuros Uma das funções mais comprometidas é respirar. Cópulas para os pulmões ainda sob eventos de desenvolvimento, como apneias, queda da freqüência cardíaca e diminuição do oxigênio no sangue não são tão raras. Ventilação artificial e tratamento medicamentoso à base de cafeína são atualmente as soluções mais comuns para resolver o problema. Intervenções às quais o uso de berços vibratórios poderia ser adicionado: em um estudo publicado pela revista pediatria, por cientistas da Universidade de Harvard, este método tem se mostrado eficaz na redução do número de eventos adversos.

Até o momento, embora os remédios atualmente em uso sejam eficazes, eles não resolvem completamente os problemas associados ao desenvolvimento deficiente dos pulmões. Estudos anteriores mostraram que as terapias baseadas em vibração que estimulam o sistema nervoso melhoram o equilíbrio em idosos. Não só isso, esse tipo de estimulação vem atualmente usado por astronautas para evitar perda de tônus ​​muscular. A partir dessa evidência, os autores do estudo quiseram testar o efeito das vibrações em influenciar a capacidade respiratória de bebês prematuros.

Para isso, os cientistas envolveram 36 pequenos prematuros com problemas respiratórios, submetendo-os a ciclos de pequenas vibrações proporcionadas pelo colchão presente na incubadora. As análises mostraram que este procedimento, além das terapias padrão, foi capaz de reduzir significativamente os episódios de apneia. Um resultado importante que fornece uma indicação clara de como a estimulação do corpo através de vibrações pode ser uma opção segura e eficaz de tratamento adicional e não invasiva para ajudar recém-nascidos prematuros a lidar com problemas relacionados à respiração.

Daniele Banfi

Fundação Umberto Veronesi

Загрузка...

Categorias Populares

Загрузка...