Se livros fazem livre

Olycom

Não há mais um minuto a perder: devemos informar a comissão que concede o Prêmio Nobel de literatura que em prisioneiros de prisões romenos continuamente produz volumes que então recebem elogios de autoridade, e estes não são bons romances, mas sim pesquisa investigações aprofundadas e pesadas com relevância científica evidente. Oh Deus, para ser honesto, devemos especificar que o fenômeno milagroso ocorre acima de tudo em certas prisões, onde ex-grandes homens, políticos ou empresários, condenados por corrupção ou por vários crimes contra o património estão trancados. Evidentemente, eles se arrependeram, não será o caso de recompensá-los?

Caros leitores, vamos retornar com os pés no chão. A verdade é que na Romênia existe uma lei, certamente esclarecida, segundo a qual o preso que produz um livro aprovado por uma comissão especial recebe um desconto de trinta dias para cada volume. Boa idéia, mas deve surpreendê-lo nos últimos dois anos
Esses detidos produziram 450 livros? Entre os condenados à prisão há um ex-primeiro-ministro (Adrian Nastase), um grande editor que assinou dez trabalhos em 17 meses, muitos ex-parlamentares também dedicados à literatura da prisão dia e noite. Tudo estava indo tão bem, mas agora, quem sabe porque, as autoridades suspenderam essa lei generosa. E eles também foram além: eles denunciaram os acadêmicos que deram aos livros o visto de qualidade acionando o desconto de penalidade e, é claro, descobriram uma atividade massiva de plágio. Um dano
irreparável, pela cultura.

Vídeo: Livro Te Faz Livre - Grandes Pequeninos (Novembro 2019).

Загрузка...

Categorias Populares

Загрузка...